No boteco

Nômades: o exercício da liberdade

“Se os nômades nos interessam tanto, é porque são um devir, e não fazem parte da história; estão excluídos dela mas se metamorfoseiam para reaparecerem de outro modo, sob formas inesperadas nas linhas de fuga de um campo social”.

Gilles Deleuze

Anúncios

04/02/2011 - Posted by | Uncategorized

1 Comentário »

  1. Somos também nós, nômades em nossa própria caminhada. Cada passo nos conduz a recantos inesperados – ainda que planejados, uma vez que não caminhamos sozinhos.Nossa caravana segue sem a certeza do porvir;e, em meio às tempestades de areia, na busca pelo oásis, construímos nosso destino.

    Comentário por Regina Graça | 05/05/2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: