No boteco

Palpite fiado e conversa infeliz

Foi a vez de Wilson responder à provocação de Noel quase que ver a verso. Para combater o Feitiço da Vila, chama o palavreado de Noel de Conversa fiada.

 

Conversa fiada (Wilson Batista, 1934)

É conversa fiada dizerem que o samba na Vila tem feitiço
Eu fui ver para crer e não vi nada disso
A Vila é tranqüila, porém eu vos digo: cuidado!
Antes de irem dormir dêem duas voltas no cadeado
Eu fui à Vila ver o arvoredo se mexer

E conhecer o berço dos folgados
A lua essa noite demorou tanto
Me assassinaram o samba
Veio daí o meu pranto.

noelewilson

Mas mexer com a Vila é mexer com os brilhos do sambista. Noel então leva adiante a polêmica dizendo que se seus versos são “conversa fiada”, a opinião de Wilson não passa de um Palpite infeliz.

Palpite Infeliz (Noel Rosa, 1935)

Quem é você que não sabe o que diz?
Meu Deus do Céu, que palpite infeliz!
Salve Estácio, Salgueiro, Mangueira,
Oswaldo Cruz e Matriz
Que sempre souberam muito bem
Que a Vila não quer abafar ninguém,
Só quer mostrar que faz samba também

Fazer poema lá na Vila é um brinquedo
Ao som do samba dança até o arvoredo
Eu já chamei você pra ver
Você não viu porque não quis
Quem é você que não sabe o que diz?

A Vila é uma cidade independente
Que tira samba mas não quer tirar patente
Pra que ligar a quem não sabe
Aonde tem o seu nariz?
Quem é você que não sabe o que diz?

márcio sales

Anúncios

06/06/2009 - Posted by | Uncategorized

1 Comentário »

  1. ah ta..

    Comentário por marcelao | 11/10/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: