No boteco

Covite à poesia

Uma nova seção foi criada para reunir poemas de pessoas que passam aqui pelo boteco. Como o boteco é um lugar de passagem, aberto para diferentes transeuntes, resolvemos batizar este espaço de poemas nômades.  Sinta-se à vontade nesta nova mesa do boteco.

Anúncios

09/07/2008 - Posted by | Uncategorized

2 Comentários »

  1. Foi muito legal ter conhecido seu boteco, despertou em mim
    “talentos” que não conhecia. Fiz um último ensaio espero que tenha gostado. Mas, usando as palavras de um verdadeiro poeta,o saudoso Cartola…

    Deixe-me ir preciso andar,
    Vou por aí a procurar,
    Rir pra não chorar.

    Se alguem por mim perguntar,
    Diga que eu só vou voltar,
    Depois que eu me encontrar…

    Quero assistir o sol nascer,
    Ver as águas dos rios correr,
    Ouvir o pássaros cantar,
    Eu quero nascer quero viver…

    SUCESSOOOO!!! I hope see you again, who knows some day…

    Comentário por Jasmim | 15/07/2008 | Responder

  2. Tá sendo muito legal confabular com você. As idéias vão acontecendo e fluindo… e vamos nascendo a cada frase, e vamos vivendo a cada página. Eu também adoro Cartola, mas espero que não seja uma canção de despedida. Pois lembro agora de Noel e seu feitio de oração: “Quem acha vive se perdendo”.

    Comentário por marciosales | 16/07/2008 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: